9 maneiras de começar a viver uma vida minimalista

Quero falar hoje sobre 9 maneiras de começar a viver uma vida minimalista. Tá prontx?

Falei nesse post aqui sobre o que era o minimalismo e como era viver uma vida minimalista. Confesso que muitas vezes, a gente sente dificuldade e quem quer adotar esse estilo de vida, não sabe por onde começar. Já li muito sobre esse assunto e escutei as mais diversas opiniões, de radicais a liberais. Eu acredito que escolher um estilo de vida, seja ele qual for, não precisa ser cheio de regras.

Acho que você deve viver da maneira que melhor funcionar pra você. Quanto a ser minimalista, uma das coisas que me ajudou bastante quando eu estava começando foi ter em mente esses nove tópicos de como começar.

1. Conheça as suas prioridades: Um dos princípios do minimalismo é simplificar a própria vida. Isso implica conservar tempo, espaço e energia para as coisas que realmente são importantes pra você. Abra espaço para as coisas que realmente te acrescentam e se pergunte: “Quais são as coisas que realmente são importantes pra mim?”

+ + + ASSISTA: Já gravei um vídeo sobre minimalismo, sabia?

relógio

2. Pare de procrastinar: Tempo é uma das coisas mais importantes que existem. E o seu tempo é precioso! Comece a pensar quais são as coisas que fazem parte das suas prioridades e quais coisas você mantém só por obrigação.

3. Livre-se do que não precisa: Não, não é pra jogar a casa inteira fora ou viver só com o que você precisa (também, mas não dessa maneira!). Sobrecarga de coisas materiais deixam sua vida mais pesada e acumulo impede que novas coisas entrem na sua vida. Faça uma limpeza no seu espaço a cada dois meses!

9 maneiras de começar a viver uma vida minimalista

4. Não vise produtividade 24 horas por dia: Por mais que nós queiramos as vezes, somos humanos, não máquinas. E olha, até as máquinas precisam de alguns minutos pra recarregar. Tire algumas horas do seu dia pra relaxar o corpo e a mente. Isso é muito importante!

5. Cuide da sua mente como se cuida de um jardim: Selecione seus pensamentos e se livre do que te faz mal. A prática da meditação é algo que vai te ajudar bastante nessa jornada.

buy-less

6. Compre menos: Gaste mais tempo com experiências do que com coisas. As vezes consumimos coisas que não precisamos e sobrecarregamos nossa vida com o que não é importante.

7. Cancele assinaturas: Tenha a consciência que excesso de informações irá sugar a energia vital que você poderia estar usando para coisas realmente importantes. Deixe apenas as assinaturas que são realmente importantes pra você!

9 maneiras de começar a viver uma vida minimalista

8. Desative as notificações: Das redes sociais, whatsapp, e-mail… As notificações deixam a gente em constante estado de alerta. Que tal evitá-las?

9. Cultive o hábito de tarefa única: Evite fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo. As vezes, temos esse hábito por achar que terminaremos as coisas mais rapidamente. Deposite seus esforços em uma coisa por vez!

Dessas tarefas, eu já comecei a meditação, cancelei as assinaturas e desativei algumas notificações. Me livrei também do que eu não preciso, mas continuo na batalha de comprar menos. E vocês, o que acham importante fazer dessa lista?

Vamos tentar? ♥

Author: Bruna Aureliano

Designer e criadora de conteúdo sobre estilo de vida consciente. Acredita que, para gerar transformações, é preciso compartilhar conhecimento. Vegetariana, adepta do minimalismo e canceriana com ascendente em aquário. Metade dela é sensibilidade e a outra é rebeldia.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Nossa, eu tenho alguns hábitos minimalistas e nem sabia, haha, como extinguir com as notificações de apps e assinaturas impulsivas (tenho apenas de algumas pessoas importantes no WhatsApp, vulgo mamãe e namorado. Acho que assim acabei exercitando a dica 1 também). Sou muito atrapalhada, então fazer uma coisa de cada vez é questão de sobrevivência. Preciso me livrar de tralhas velhas, como provas da época do colégio (sim, elas estão lá, duas pilhas de meio metro. Botei no meio do quarto para me incomodar e começar a me livrar de tudo, mas anda sim está difícil.) Comprar pouco estou melhorando, já que me foquei em usar o dinheiro para algo que realmente me agregará conteúdo. Procuro me apegar a doutrina que escolhi mas confesso que andar espiritualizada requer um certo esforço. Procrastino as vezes, mas sou perfeccionista (estranho? Talvez.) É algo a se melhorar, mas acredito que estou no caminho de uma vida mais leve.