Quais as melhores plantas para ter dentro de casa?

Posso dizer que eu, oficialmente, me tornei uma adulta. A gente sente isso quando começa a procurar por plantas para colocar dentro de casa e consegue mantê-las vivas por mais de um mês (as minhas têm estado vivas até então). É um caminho sem volta, to falando pra vocês: Primeiro você começa salvando inspirações no Pinterest, depois está comprando um cacto ou dois e daqui a pouco está pedindo mudinhas da Comigo-Ninguém-Pode que tem na casa da sua avó.

Mas, como todo mundo sabe (ou deveria saber, caso queira ter plantas!), não é todas as espécies de plantas que conseguem sobreviver dentro de casa/apartamento. Algumas vão precisar de mais luz solar, menos água, mais adubo, algumas podas regulares…

Pensando nisso, eu separei para vocês algumas espécies de plantas para ter dentro de casa – que vão muito além do cacto. Elas são as mais comuns e fáceis de lidar, então fiquem ligadxs:

+ + + Leia também: Deixe os seus cactos mais inspiradores

Plantas para ter dentro de casa

Comigo-Ninguém-Pode

Tem o nome científico quase impronunciável Dieffenbachia seguine e é uma das plantas mais comuns para áreas internas. Ela tolera baixa luminosidade e também baixa umidade do ar. Esse nome foi dado à ela pela sua toxidade (é venenosa, gente! Não pode comer), então não é indicada pra quem tem doguinhos ou crianças em casa. Em contrapartida, ela é ótima para livrar a casa de energias ruins, segundo algumas crenças.

Para quem está dando o next step e querendo cuidar de outras espécies além de cactos, essa neném é perfeita pra você. Regue periodicamente, quando sentir que a terra dela já está um pouco seca. Ela não curte muito umidade.

Plantas para ter dentro de casa

Espada de São Jorge

É conhecida também como espada-de-santa-bárbara, língua-de-sogra, rabo-de-lagarto e sanseviéria.  Na minha opinião, é uma das mais perfeitas dentre as plantas para ter dentro de casa. Assim como a Comigo Ninguém Pode, também protege de energias ruins e mal olhado. Ela é tão resistente a altas temperaturas quanto à baixas e não precisa ser regada constantemente. O ideal é colocar água nela em tempos espaçados ou então a raiz corre o risco de apodrecer.

Plantas para ter dentro de casa

Jiboia

A gente pode chamar de planta multiuso porque ela é. Se a gente cultiva ela em ambiente externo, ela pode virar cerca viva, com folhas gigantes de mais de um metro de largura e galhos que se multiplicam até 18 metros de distância. Por outro lado, quando estão em vasos, assumem folhas menores que não passam de 15 cm e com galhos comportados. Juro, nem parece a mesma planta.

Ela gosta de água e calor, então o ideal é regar duas vezes por semana. Porém, é muito resistente a períodos de falta de água. É por isso que pode ser encontrada em muitas praças.

Plantas para ter dentro de casa

Samambaia

É uma querida! Assim como a Comigo-Ninguém-Pode, pode ser facilmente encontrada na casa das nossas avós (na casa da minha tinha uma!). Ela exige um pouco mais de cuidado que as outras, já que não tolera ambientes secos e necessita ser regada  com regularidade, ou sempre que você perceber que a terra está ficando seca. O que faz ela ser perfeita para apartamento é que ela não tolera luz do sol direta, porém necessita de iluminação para de desenvolver, então um cômodo iluminado é essencial.

A maioria dessas plantas podem ser facilmente encontradas em floriculturas. Também já achei pra vender em grandes supermercados, na sessão de plantas/jardinagem. Lembrando que planta é um ser vivo como qualquer outro e necessita de muito carinho e cuidado para se desenvolver. Espero que esse post tenha sido útil! Vamos ter outras plantinhas além de cactos? <3

Quer me acompanhar em tempo real? Me segue lá no Instagram!

Author: Bruna Aureliano

Designer e criadora de conteúdo sobre estilo de vida consciente. Acredita que, para gerar transformações, é preciso compartilhar conhecimento. Vegetariana, adepta do minimalismo e canceriana com ascendente em aquário. Metade dela é sensibilidade e a outra é rebeldia.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.